up

Blog

Jammers versus Rastreadores

A guerra entre a tecnologia de segurança e meliantes provavelmente nunca terá fim. A medida que a tecnologia avança, bandidos lançam mão da criatividade para superá-la. Na área de equipamentos rastreadores para veículos não é diferente.

Os rastreadores para veículos prestam indubitavelmente uma grande ajuda na recuperação de veículos roubados, frustrando inúmeras ações de bandidos e ajudando as autoridades a obter sucesso na captura dos marginais e quadrilhas especializadas neste tipo de crime.

Uma das armas que ladrões de veículos utilizam contra os rastreadores são os Jammers,  comumente chamados de “Capetinhas”. Os Jammers são aparelhos que incapacitam os componentes de comunicação dos rastreadores veiculares. Na grande maioria, os rastreadores operam com obtenção de coordenadas via GPS e comunicação com servidores de monitoramento utilizando GPRS (rede celular de dados). Alguns rastreadores, mais caros, permitem que a comunicação com os servidores de monitoramento seja realizada utilizando uma rede de dados via satélite. Nestes casos tanto o custo de comunicação quanto o custo do hardware são bastante elevados. Mesmo assim os Jammers impossibilitam a comunicação de todos os modelos de rastreadores e o veículo não pode ser localizado após a ocorrência do roubo.

Os Jammers são aparelhos que intencionalmente bloqueiam ou interferem na comunicação de dispositivos. Eles atuam “bagunçando” as frequências em que operam o módulo GPS e o modem de comunicação de dados (satelital ou de rede de celular) que os rastreadores utilizam. Para tanto, os Jammers emitem um sinal na mesma frequência e com o mesmo tipo de modulação do aparelho sendo atacado.

A tecnologia envolvida neste bloqueio não é nova nem complexa. Tem-se notícia de tentativas de bloqueio de sinal da rede americana BBC pelos nazistas durante a segunda guerra mundial. Naquela época os aparelhos eram bem mais complexos que os atuais. A produção de Jammers hoje em dia pode ser realizada em um pequeno laboratório de eletrônica com peças legalmente adquiridas no mercado nacional ou importadas.

Recentemente o CCJ aprovou a criminalização da venda, fabricação, importação, exportação e compra destes aparelhos sem autorização de órgãos competentes (http://www.cnseg.org.br/fenseg/servicos-apoio/noticias/ccj-aprova-proibicao-de-jammers.html). Na data da publicação deste post, a lei ainda dependia de aprovação em plenário da Câmara. Mesmo assim, sabemos que leis dificultam mas não impedem que os bandidos tenham acesso às ferramentas necessárias para o ofício do crime.

A tecnologia do lado dos rastreadores também evoluiu. Alguns rastreadores tem a função de detecção de Jammers. Neste caso, o rastreador identifica que existe um sinal interferindo sua comunicação e o aparelho pode então acionar o bloqueio do veículo. Assim, quando o bandido aciona o Jammer para se tornar invisível ao sistema de monitoramento, o veículo para de funcionar.

O problema enfrentado atualmente é que alguns rastreadores com detecção de jamming consideram alguns sinais normais de interferência de comunicação como jamming e realizam o bloqueio do veículo indevidamente. Estes falsos sinais de jamming são como aqueles chiados que a vezes escutamos em uma ligação de voz, raro mas normal em celulares. Querendo ou não, estas interferências eventualmente acontecem.

Caso você seja comprador de rastreadores, procure utilizar equipamentos com anti-jammer, testados e com um histórico de bom funcionamento na detecção verdadeira de Jammers. Abaixo um vídeo de teste de um aparelho. Note que o Jammer é acionado e o aparelho leva alguns segundos para identificar que é uma interferência de sinal intencional. Neste momento a luz vermelha do rastreador acende mostrando que o veículo seria bloqueado. No modelo mostrado, para efetuar o desbloqueio, o usuário deve acionar a central de monitoramento ou utilizar um aplicativo do fornecedor como mostrado no vídeo.

Para saber mais sobre os rastreadores Velotrack entre no link: www.velotrack.com.br

Para saber mais sobre a tecnologia de rastreadores e jammers entre no link: Guia de compra de rastreadores